Ricardo Murad faz alerta e pede intervenção do governador Flávio Dino em Coroatá

Hoje,(09) o ex-secretário de saúde do Maranhão, Ricardo Murad usou as redes sociais, para alertar e chamar a atenção e responsabilidade do governador Flávio Dino para o que vem acontecendo na cidade de Coroatá, município que é administrado por aliados do governador.

“É com imensa tristeza que mando mais um alerta, desta vez diretamente a V.Exa., com um pedido imediato de intervenção para pôr fim a calamidade, sofrimento e humilhação extrema, por que passa o povo coroataense. Somos adversários, mas temos responsabilidades com as pessoas. Talvez por alguma falha na comunicação a situação crítica que perdura há meses com a interdição da ponte sobre o Rio Itapecurú não tenha chegado ao seu conhecimento. Difícil para um governador bem informado como aparenta, mas possível. A ponte sofreu um dano grave que provocou sua interdição isolando e dividindo a cidade em duas.

Upa de um lado, hospital Macrorregional do outro, cemitério num lado obrigando longos trajetos ao sol quente com pessoas carregando o caixão, trabalhadores morando de um lado com os seus empregos no outro, serviços municipais concentrados no centro da cidade, alunos estudando em lados opostos de suas casas e um sem número de outros problemas. A recuperação da ponte se arrasta sem que o governo, responsável pela ponte, informe a população o tempo de retorno à normalidade e as providências que tomou para mitigar as consequências da interdição que pelo visto e vivenciado no cotidiano do município nada foi feito.”

“Para agravar o problema a prefeitura não tem agido com o mínimo de eficiência, pelo contrário, age para aumentar a indignação e revolta da comunidade, quando, ao proibir até as ambulâncias de transitar para atender os doentes, assiste atônita os veículos de luxo do prefeito, do seu pai e sua mãe, utilizarem a ponte normalmente em meio aos caos, como se nada estivesse acorrendo.”

Veja.

 

“Diante disso espero que V.Exa. intervenha imediatamente determinando aos órgãos estaduais competentes assumirem a administração da travessia até a solução definitiva do problema. É o mínimo que se espera do governador nesse momento dramático. Aplausos para sua imediata ação em apoio aos nossos irmãos da Bahia vitimados pelas chuvas, mas infelizmente, pela omissão do governo até o momento, o nosso repúdio. Espero que já estejas recuperado da Covid.”

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: