Após também endividar o estado e pedir aval para contrair R$ 1,1 bi, Dino reclama de empréstimo da gestão Roseana

O governador Flávio Dino (PSB) voltou a reclamar, nas redes sociais, de ter bque pagar parcela de um empréstimo contraído ainda no governo Roseana Sarney (MDB).

Segundo ele, a prestação vencida mais recentemente foi de R$ 294 milhões, o que ele chamou de “tragédia”.

“Nesses anos, fiz de tudo para livrar o Maranhão de uma dívida indexada ao dólar. Recorremos ao Poder Judiciário. Mas tivemos que pagar mais uma parcela dessa tragédia: R$ 294 milhões”, declaoru.

https://twitter.com/FlavioDino/status/1484229977939787776?s=20

O governador maranhense, no entanto, nunca reclamou dos mais de R$ 1 bilhão de empréstimos que ele pediu autorização à Assembleia Legislativa para contrair em oito anos de governo (saiba mais).

O mais recente deles, por sinal, foi autorizado no ano passado: de R$ 180 milhões – com R$ 202 milhões só de juros (reveja), R$ 180 milhões dos quais a serem pagos apenas a partir de 2023, quando ele já não mais estará no governo.

Felizmente para o próximo governador, por falta de espaço fiscal o Banco de Brasília – onde o contrato de financiamento seria assinado – acabou não autorizando a transação. E, agora, o governo luta para garantir, pelo menos, R$ 20,8 milhões.

Por Gilberto Léda

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: