Reajuste das passagens de ônibus aumenta 15% despesas das empresas com o Vale Transporte

Com a entrada em vigor neste domingo (16) das novas tarifas no transporte coletivo de São Luís, o aumento do custo do trabalhador nas empresas será, em média, de 15%, enquanto para o trabalhador a despesa com locomoção ficará mantida em 4,8%. Pelo reajuste, as passagens que custavam R$ 2,95 passaram para R$ 3,20 (linhas diretas), enquanto as do Sistema de Integração, passaram de R$ 3,40 para R$ 3,70.

Como o deslocamento do empregado de casa para o trabalho e vice-versa é mantido pelo Vale Transporte, isto significa dizer que uma empresa que até este sábado (15) vinha destinando, já com o desconto de 6% do trabalhador remunerado pelo mínimo, R$ 90,7 mensalmente por dois tickets diários, passará a gastar R$ 104,7, isto pela tarifa menor, mas pela maior o aumento é de R$ 114,1 para R$ 129,7.

Vale ressaltar que se a empresa não fornecer almoço ao empregado, terá de pagar a ele quatro passagens diariamente, e isto significa dizer que a despesa, já com o desconto do trabalhador, terá esse custo aumentado de R$ 244,1 para R$ 270,1 pela tarifa menor, ou de 290,9 para R$ 322,1, pelo ticket do Sistema Integração.

Pela regras do Vale Transporte, o empregador pode descontar até 6% do salário do seu empregado, daí porque ele se torna desinteressante para os salários maiores. Quem tinha até 31 de dezembro de 2019 desconto de R$ 59,8 em seu salário passou a descontar, a partir de janeiro, R$ 62,7, ou seja, um aumento de 4,8%, com a vantagem de que, mesmo com o reajuste das passagens, não haverá aumento no seu desconto.

Por Maranhão Hoje

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: