Prefeitura de São Luís encerra treinamento prático de tiro para profissionais da Guarda Municipal

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Guarda Municipal de Segurança com Cidadania (Semusc), encerrou, na sexta-feira (6), com treinamento prático de tiro com arma longa, o Curso de espingarda calibre 12. A capacitação ocorreu em um espaço apropriado pertencente à refinaria do Consórcio Alumar.

O curso começou quarta-feira, dia 04 com aulas teóricas no prédio da Semusc, ocasião em que os instrutores Osvaldo Teixeira Nunes Filho, Jackson Silva e Natália Oliveira repassaram informações sobre os componentes do armamento e os tipos de recarga. Também fizeram dinâmicas sobre montagem e desmontagem a espingarda calibre 12.

“O curso é muito importante para que os guardas municipais possam se qualificar não apenas em questões teóricas, como os componentes da arma, como também outros aspectos extremamente relevantes, como manutenção, carregamento e descarregamento. A intenção da Prefeitura é estender para mais profissionais da Segurança do município”, pontuou o secretário municipal de Segurança com Cidadania, Marcos Affonso.

Já no exercício de tiros, houve simulação de uma situação de crise. “Estamos simulando que um dos guardas municipais ficou ferido e precisou ser resgatado. Os demais deram a cobertura, para que outro voltasse à viatura, a fim de resgatar o ferido”, explicou o instrutor Nunes Filho, do Centro de Ensino e Capacitação (CEC) da Semusc.

Formação

Os guardas municipais contemplados pelo curso avaliaram que a capacitação é importante porque coloca o servidor em condições de enfrentar situações complicadas com mais recursos.

“A expectativa é muito positiva, uma vez que o curso agrega mais valores para nós na parte técnica, no momento de operar, principalmente no patrulhamento de rua”, comentou  Celso de Jesus Sousa Pinheiro, que trabalha na Guarda Municipal de São Luís desde 2007.

Durante o treinamento, uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ficou de prontidão com equipamentos básicos, como ataduras, gazes, seringas e compressas.

O diretor do Centro de Ensino e Capacitação da Semusc, Carlos André Collins, disse que o curso será aplicado com carga horária e número de tiros segundo o decreto 003, da Polícia Federal.

“Tudo isso passará por avaliação da nossa parte e também as estabelecidas em lei. Sem dúvida, tanto a legislação referente ao porte institucional de arma de fogo por guardas municipais, a instrução normativa 201, quanto o decreto 003 e o Estatuto do Desarmamento indicam que o guarda municipal, após treinamento específico, pode fazer uso da espingarda 12”, explicou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: