Prefeitura de São Luís apresenta Centro Avançado de Apoio à Educação ao Ministério Público Estadual

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), continua implementando diversas ações voltadas para o avanço do ensino remoto em São Luís. Na última quinta-feira (29), o Centro Avançado de Apoio à Educação, onde são desenvolvidas as principais estratégias na área de tecnologia, inovação, formação e acolhimento aos educadores, recebeu a visita do promotor Paulo Avelar, da 1ª Promotoria de Justiça de Defesa da Educação, do Ministério Público do Maranhão.

A visita faz parte de um trabalho conjunto realizado para acompanhar e monitorar a implementação do ensino remoto na rede municipal de São Luís. Acompanhado pela secretária municipal de Educação, Esmênia Miranda, e pelo secretário adjunto de Ensino, Ednan Baldez, o promotor conheceu as instalações do Centro, localizado onde anteriormente funcionava a escola Sagarana II (Alemanha), e acompanhou de perto o trabalho que vem sendo realizado.

“Nós acreditamos que educação de qualidade é para todos. Neste sentido, estamos trabalhando com muita dedicação, conversando com os promotores da Educação e tentando seguir as orientações que recebemos deles. Esta visita de hoje foi para mostrar o que já conseguimos fazer nesses quatro meses de gestão para melhorar a qualidade do ensino da nossa cidade”, ressaltou Esmênia.

Entre os avanços, a secretária de Educação destacou a organização do calendário escolar, que passou a ser unificado para todas as escolas e alinhado ao calendário da Secretaria Estadual de Educação (Seduc); a ampliação da oferta de formação continuada para professores da rede municipal de ensino, gestores escolares e professores; suporte pedagógico e o desenvolvimento de estratégias de tecnologia voltadas para o ensino remoto.

Estrutura

Durante a visita, o promotor Paulo Avelar e sua equipe conheceram o estúdio de gravação onde estão sendo produzidas as videoaulas com os conteúdos do currículo escolar da Educação Infantil, do Ensino Fundamental e da Educação de Jovens e Adultos; assistiu uma videoaula de Língua Portuguesa; conheceu o Núcleo de Formação e as temáticas que serão abordadas em 2021; e verificou como é realizado o monitoramento das aulas e atividades do ensino remoto por meio da plataforma Google G Suit For Education.

O coordenador do Núcleo de Tecnologia e Inovação, Ronaldo Pimentel, explicou que pela plataforma é possível monitorar as aulas em tempo real, registrar a quantidade de aulas que já foram realizadas pelo Google Meet e a quantidade de acessos às atividades e aulas no Google Classroom, avaliar a qualidade do acesso à internet no momento da aula e até mesmo apontar em que momento os estudantes ligaram o microfone para participar das aulas.

“A partir desses dados podemos traçar um plano de ações para solucionar quaisquer dificuldades que possam limitar ou dificultar o acesso às aulas e às atividades colocadas no ambiente virtual de aprendizagem. Nesse momento, estamos fazendo um levantamento em todas as escolas para identificar quais precisam de mais equipamentos de informática e de melhorias no acesso à internet. A partir desse diagnóstico, teremos recursos para melhorar, já com os preparativos também, para o retorno às aulas no sistema híbrido”, explicou Ronaldo Pimentel.

Ações em parceria

“Era uma prioridade nossa vir conhecer o Centro Avançado de Apoio à Educação e ver de perto o que está de fato sendo colocado em prática. Eu me sinto satisfeito em comprovar que as ações da Semed estão atendendo ao que colocamos como prioridade nas nossas reuniões, principalmente no que diz respeito às inovações na área da tecnologia e na formação dos profissionais da educação, com vistas a oferta de uma educação que possa fazer diferença no futuro dos nossos alunos”, destacou Paulo Avelar parabenizando a equipe da Semed pelo trabalho e destacou o fomento das ações formativas como um ganho para toda a comunidade escolar.

O promotor ressaltou ainda que continuará acompanhando as ações da Semed e que a partir da próxima semana fará visitas aos laboratórios de informática que estão sendo instalados nas escolas para garantir o acesso à internet aos estudantes que não possuem sinal em casa. Até o momento, a Semed já instalou cinco laboratórios. A meta é disponibilizar 33 que serão instalados nos sete núcleos pedagógicos de São Luís.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: