Prefeito Edivaldo vistoriou obras de reforma do complexo João Lisboa, Largo do Carmo, Rua de Nazaré e entorno

O prefeito Edivaldo Holanda Junior está transformando São Luís e mudando a realidade de dezenas de bairros com ações de infraestrutura por todas as regiões da cidade. O gestor vistoriou ontem(11), a reforma do complexo João Lisboa, Largo do Carmo, Rua de Nazaré e entorno, serviços realizados em parceria com o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

Como tem feito ao longo das últimas semanas, o prefeito Edivaldo viu de perto o andamento dos trabalhos e recebeu o apoio da população que tem reconhecido os avanços trazidos com o programa São Luís em Obras, uma iniciativa do gestor.

Na ocasião, o prefeito Edivaldo ressaltou o grande investimento que a Prefeitura de São Luís tem realizado na cidade. “Todas as regiões da cidade estão com grandes obras da Prefeitura de São Luís que está recebendo grandes investimentos e ganhando uma nova configuração. No Centro Histórico, por exemplo, todas as intervenções têm por objetivo preservar a história de nossa cidade e abraçar ainda mais nossa população e turistas. No caso da reforma do Complexo Largo do Carmo, estamos desenvolvendo um projeto para tornar o local mais atrativo, no intuito de que se retorne um espaço bem visitado. Com a obra, o trânsito de veículos no local será reestruturado, haverá mais acessos para pedestres e mais acessibilidade. Já a Praça das Mercês será um marco em nossa cidade, um espaço que dará novo aspecto urbanístico para esta área do Centro da cidade. Além disto, estamos ainda com um amplo pacote de asfaltamento, drenagem, construção de pontes e mercados, além de muitas outras obras”, disse o gestor.

Durante a vistoria, acompanharam o prefeito Edivaldo a primeira-dama, Camila Holanda, o vice-prefeito, Júlio Pinheiro, o presidente do Instituto Municipal da Paisagem Urbana (Impur), Fábio Henrique Carvalho, os secretários de Obras e Serviços Públicos (Semosp), Antônio Araújo e de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa), Émerson Macêdo, e o superintendente do IPHAN no Maranhão, Maurício Itapary.

No complexo João Lisboa, Largo do Carmo, Rua de Nazaré e entorno, as equipes trabalham na colocação do piso de paralelepípedo e prosseguem para a reta final da recomposição do piso em frente à Igreja do Carmo, que foi todo retirado e está sendo substituído por um calçamento feito de granilite (granito em pó), o mesmo material utilizado na reforma do Complexo Deodoro. “Paralelo a isso, já começamos a construção das calçadas ao redor e toda a infraestrutura de iluminação pública. Ou seja, a obra segue dentro do cronograma e a gente segue avançando para entregar esse grande presente à população em setembro, no mês de aniversário da cidade”, pontuou Fábio Henrique Carvalho, presidente do Impur.

Os serviços estão sendo acompanhados pelo IPHAN. “Essa reforma que está sendo realizada no complexo Largo do Carmo é mais uma parceria muito bem sucedida entre o poder público federal, por meio do IPHAN, e o poder público municipal, por meio da Prefeitura de São Luís. Entendemos que, a partir dessas revitalizações que temos feito, vamos devolver o sentimento de pertencimento à população, o que se faz necessário para a preservação desse importante logradouro”, destacou Maurício Itapary, superintendente do IPHAN no Maranhão.

PRAÇA DAS MERCÊS

Após vistoria da obra de revitalização do Complexo Largo do Carmo, o prefeito Edivaldo e demais autoridades seguiram para a obra de construção da Praça das Mercês, localizada na Praia Grande. “Não tenho dúvidas de que esse será mais um espaço de fundamental importância para o lazer dos ludovicenses, por isso, a Prefeitura de São Luís é parceira dessa grande iniciativa juntamente com a Vale e o IPHAN”, frisou o prefeito Edivaldo, que tem prestado o apoio necessário para que as obras avancem.

A Praça das Mercês detém aspectos que prometem mudar a visão do Centro Histórico, proporcionando uma nova configuração de acesso à área. A praça, que ocupará uma área de 12 mil metros quadrados, terá espaço aberto para a realização de pequenos eventos e apresentações culturais; área arborizada para lazer e descanso, canteiros ajardinados, bancos, equipamentos de ginástica para idosos e pessoas com deficiência, quadra poliesportiva, pista de skate, estacionamento de ônibus de turismo e de veículos, eixo de ligação entre o Centro e o estacionamento, mirante, posto policial, acessos de pedestres à praça, entre outros equipamentos.

“Essa se trata de uma importante obra para São Luís. A Praça das Mercês ocupará um espaço amplo e contribuirá ainda mais para o lazer da população e para a nossa história”, elencou o superintendente do IPHAN no Maranhão, Maurício Itapary. Vale lembrar que o projeto de construção da nova praça está em desenvolvimento em área nas proximidades do Convento das Mercês, em espaço que no inicio da fundação de São Luís foi usado para atracamento de navios negreiros. Por causa desse aspectos histórico, a praça terá, entre seus elementos, um memorial alusivo à contribuição dos povos africanos para a cultura maranhense e brasileira. O local chegou a receber 400 mil escravos nesse período e dezenas de navios negreiros da África, entre 1693 e 1841. O espaço está inserido no conjunto tombado pelos governos estadual e federal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: