Notícias

Maurício Martins ou Jair Paiva ? Governador Carlos Brandão você decide

Hoje(23), uma informação não confirmada por fontes oficiais circulou no meio jornalístico dando conta que haveria uma suposta articulação para tentar sacar do cargo, o Delegado-Geral da Polícia Civil do Maranhão Jair Paiva, a suposta intenção, indica que pode existir um clima de desarmonia ou um entrevero em parte da cúpula da segurança publica do estado.

O portal o Informante do Jornalista Lourival Bogéa detalhou o que seria toda essa suposta orquestração que deixou inquieto diversos seguimentos da segurança no Maranhão, veja.

O Informante – Uma verdadeira falta de respeito com o governador do Maranhão, Carlos Brandão. É assim que está sendo interpretado um movimento de bastidores do secretário da Segurança Pública, Maurício Martins, para afastar Jair Paiva da Delegacia Geral de Polícia Civil.

A intentona, se atendida, terá repercussões muito negativas para o governo.
A não ser que estejamos diante de uma crise incontrolável de ciúmes, devido ao excelente trabalho que Jair Paiva realiza na DG, não se tem nenhum precedente na história da Segurança do Maranhão do afastamento de um delegado geral por estar realizando um excelente trabalho, elogiado por todos os segmentos da sociedade, especialmente pela imprensa.

É inaceitável a pretensão de Maurício Martins. O governador lhe deu carta branca para montar a sua equipe, e fez apenas uma indicação, a de Jair Paiva, justamente o delegado que Martins, por puro capricho, por não conseguir lidar com o trabalho sério e comprometido de Paiva, quer afastar.

Não existe qualquer razão plausível para esse afastamento.

Pior é o que se diz nos bastidores: que o secretário pretende colocar o governador contra a parede: “ou ele ou eu”.
Não se bota um amigo em situação difícil e desconfortável, principalmente quando não há a menor justificativa. E é isso que Maurício Martins está pretendendo fazer com Carlos Brandão.

O governador pode ficar certo de que a sociedade e a opinião pública reagirão.
E será uma reação ruidosa, com repercussões que não serão nada agradáveis para o chefe do executivo maranhense.

Que Brandão converse com Maurício Martins e o convença a desistir dessa ideia que só tem a prejudicar a imagem do governo.

O que diz a representação do delegados

“A ADEPOL reconhece no Secretário de Segurança e no Delegado-Geral Jair Paiva dois excelentes profissionais. A ADEPOL enquanto entidade APARTIDÁRIA observa atentamente essas ações, sempre com o propósito de que os princípios da legalidade e moralidade sejam observados, fora isso não há torcida para A ou B, nossa torcida é para que tenhamos condições cada vez mais de prestar um bom serviço, e esse nosso principal objetivo, segurança pública de qualidade para a sociedade maranhense.” assim se manifestou presidente da Associação dos Delegados de Polícia Civil do Maranhão – Adepol, Márcio Dominici.

Considerações 

Trocas ou remanejamentos nos cargos em comissão e de confiança fazem parte da rotina administrativa em qualquer governo, se tornando um fato concreto as supostas “vontades de mudanças”, a segurança pública do Maranhão tem nomes excelentes que podem dar continuidade as ações em qualquer função ou cargo da pasta.

Porém, já que o governador Carlos Brandão vai reunir para decidir ou aparar as arestas, lembramos ao mandatário estadual, que segurança pública é um setor muito sensível, é igual a máxima popular, “panela que muito se mexe ou sai insosso ou salgado”, segurança se faz com um time unido, com formação completa e força total para enfrentar a violência e a criminalidade.

A polícia Civil do Maranhão tem realizado um bom trabalho, com sempre fez, nos dias atuais mais ainda, tudo isso é fruto da união e do trabalho de todos.

O Secretário Maurício Martins é esforçado, atencioso e receptivo a todas as demandas e tem primado pela qualidade dos serviços na segurança pública.

O delegado-geral Jair Paiva, por outro lado, é incansável, basta o governador Brandão ouvir os delegados que vai entender essa afirmação, tudo é muito perceptível, todos estão vendo até o próprio govenador.

Jair Paiva é presente, atuante, tem respeito e se relaciona bem com todos os seguimentos e entes das esferas da segurança pública no estado e fora, é respeitado pelo conhecimento e experiência.

O Delegado-geral Jair Paiva, não apenas delega, acompanha de perto as ações ou está a frente conduzindo, a Delegacia-Geral está realizando um grande trabalho e os números mostram, sucessivos resultados positivos das ações de combate as diversas modalidades e crimes com grande índice de  elucidações de casos, fato constatado e apresentado por uma pesquisa da Adepol Brasil onde o Maranhão figura com alto índice de elucidações nas conclusões de inquéritos.

Governador Brandão, contra fatos não há argumentos, é fácil decidir e resolver qualquer mal-entendido, basta querer ver e verificar os dados, os resultados da Delegacia Geral da Polícia Civil do Maranhão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *