“Joga a pedra e esconde a mão”, diz Roberto Rocha sobre Dino

Durante a semana, o governador do Maranhão, Flávio Dino, foi acusado de ser responsável por um novo reajuste no valor dos combustíveis em todo o estado.

Dino reagiu a acusação e chamou de bandidos quem estava repassando a tal informação.

“Criminosos estão espalhando que eu autorizei aumento de alíquota de imposto sobre gasolina no Maranhão. Isso é MENTIRA. Coisa de bandidos. Problema de preço de combustíveis é nacional”, disse nas redes sociais

No entanto, em também uma postagem nas redes sociais, o senador Roberto Rocha afirmou que Flávio Dino “joga a pedra e esconde a mão”.

Na sua postagem, Roberto Rocha dia que Dino não aumentou, mas pediu para o CONFAZ aumentar, o que na prática seria a mesma coisa.

“O governador realmente não aumentou a alíquota do ICMS. Ele pediu para o Confaz aumentar o valor de referência do combustível, elevando a pauta fiscal que estabelece o valor mínimo que uma mercadoria pode ser vendida para o consumidor. Na prática, é a mesma coisa”, destacou.

O senador maranhense concluiu dizendo que Flávio Dino é um mentiroso compulsivo e deixou num link que confirmaria as suas informações.

“Ou seja, infelizmente o Maranhão tem um governador mentiroso compulsivo. Quem quiser pode ver a digital dele na pedra, que está neste endereçohttps://www.confaz.fazenda.gov.br/legislacao/atos-pmpf/2021, finalizou.

 

Porém, o governador Flávio Dino silenciou, não comentou nada, quem achou que deveria se manifestar foi o deputado federal licenciado e secretário de Cidades e Desenvolvimento Urbano do MA, Márcio Jerry chamou o senador Roberto Rocha de “mentiroso, preguiçoso e traidor”.

“Olhando aqui um vídeo eu respondo: – Roberto Rocha, um senador mentiroso compulsivo. E além de preguiçoso que há mais de 3 décadas vive da “herança” de 4 anos. Ah, além também de um vil traidor”, afirmou.

Roberto Rocha revidou. “Flávio Dino, covarde, não responde e escala o pau de mexer merda dele para me atacar. Os comunistas são sempre assim. Não respondem a crítica, só tentam desqualificar o crítico. Sobre traição, não se preocupe, tire isso da sua cabeça, ou que você imagina que esteja. Sou casado!”.

O pior é que no meio dessa polêmica está a população maranhense, que não aguenta mais o alto valor do combustível, que acaba incidindo na alta de preços de praticamente todos os outros produtos.

Por Jorge Aragão

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: