Eduardo Braide, prefeito presente na saúde

Eduardo Braide esteve, mais uma vez, visitando e fiscalizando os trabalhos no Centro Municipal de Vacinação de São Luís. O prefeito Eduardo Braide fez uma avaliação positiva da primeira semana de funcionamento do Centro Municipal de Vacinação contra a Covid-19. O atendimento no centro seguirá de segunda-feira à sábado, das 8h às 17h. Nas próximas segunda (25) e terça-feira (26), devem se vacinar os profissionais de saúde de 40 a 59 anos. A estrutura montada no pavilhão de eventos do Multicenter Sebrae bateu recordes de atendimento.

“Desde a terça-feira, dia 19, até a sexta-feira, dia 22, vacinamos 7.695 pessoas. Na sexta-feira tivemos um pico de quase três mil atendimentos. Isto demonstra a confiança da população na vacina e que nossa estratégia de centralizar o atendimento nesta primeira etapa deu os resultados esperados. Temos um centro de vacinação amplo, organizado, com atendimento rápido, seguro e sem aglomerações. Nossas equipes estão preparadas para dar continuidade a este trabalho, atendendo dentro dos critérios de prioridade estabelecidos pelo Ministério da Saúde”, comemorou o prefeito Eduardo Braide.

A implantação do centro integra as estratégias do Plano Municipal de Vacinação elaborado pela gestão do prefeito Eduardo Braide para imunizar os grupos prioritários estabelecidos pelo Ministério da Saúde por meio do Plano Nacional de Imunização.

Ruty Ferreira, que trabalha no Centro de Saúde Clodomir Pinheiro, no bairro Anjo da Guarda, área Itaqui-Bacanga, foi uma das vacinadas neste sábado. “O sentimento é um misto de preocupação, por se tratar de uma vacina nova, e tranquilidade, por estar mais perto de ficar totalmente imunizada”, comentou.

Novas doses de vacina

Na próxima semana devem chegar novas doses de vacina para o atendimento de outros públicos. “Estamos aguardando a chegada na próxima semana de novas doses da Coronavac, além da vacina produzida pela Universidade de Oxford em parceria com a AstraZeneca. Quando estas novas doses estiveram disponíveis, vamos dar seguimento ao Plano Municipal de Vacinação, atendendo os novos públicos prioritários estabelecidos pelo Ministério da Saúde. E, se for necessário, vamos disponibilizar também novos locais de vacinação para garantir que a vacina chegue a todos aqueles que têm direito”, anunciou o prefeito Eduardo Braide.

O Centro Municipal de Vacinação foi aberto na terça-feira (19), às 14h. Inicialmente, foram vacinados profissionais que atuam na linha de frente do atendimento em saúde (urgência, emergência, UTIs e setores Covid nos hospitais). Na sexta-feira (22) e sábado (23) foi a vez dos profissionais da saúde com mais de 60 anos serem imunizados. Na segunda-feira (25) e terça-feira (26) serão vacinados os profissionais de saúde que tenham entre 40 e 59 anos.

Pessoas com deficiência em unidades de acolhimentos mantidas pela Prefeitura de São Luís também já foram vacinadas. Ao todo, 10 acolhidos na Residência Inclusiva, localizada no Olho d’Água, e três acolhidos na Casa de Acolhida Temporária (CAT), no Filipinho, receberam a primeira dose do imunizante na sexta-feira (22). Também foi finalizada a vacinação dos 142 idosos das sete instituições de longa permanência de São Luís.

O secretário Municipal de Saúde, Joel Nunes, ressaltou que todos aqueles que já receberam a primeira dose da vacina já estão com a segunda dose garantida. “Daqui 21 dias, que é o prazo estabelecido pelo fabricante da Coronavac, iremos aplicar a segunda dose da vacina em todos que estão vacinados. Estas doses estão armazenadas em local seguro e serão aplicadas com todo o controle necessário para garantir a imunização da nossa população”, explicou.

O secretário também informou que não foram registradas reações adversas decorrentes da vacina. “Tanto no nosso setor pós-vacina quanto nas nossas unidades de saúde não tivemos relatos de reações adversas graves ou específicas decorrentes da Coronavac. Casos como dores de cabeça são comuns a todas as vacinas. É algo que pode acontecer. As pessoas podem ficar tranquilas e se vacinarem assim que forem convocadas para que possamos, de fato, vencer a pandemia em nossa cidade”, disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: