Com PAPI, Yglésio quer incentivar a frequência escolar de crianças na primeira infância

O candidato a prefeito de São Luís, Yglésio Moyses (PROS), vai usar o Programa de Apoio à Primeira Infância, um programa que transfere renda de até R$ 200 por família, para incentivar e, consequentemente, aumentar a frequência escolar de crianças de 4 a 6 anos.

“Uma das exigências para o recebimento do beneficio do Papi é exatamente o cumprimento da frequência escolar das crianças acima de 85%, acima do que é exigido por lei federal, que exige algo em torno de 60% em relação à toda carga horária”, explicou.

A necessidade do incentivo à frequência se dá por motivos sociais e de ensino-aprendizado.

“Nós precisamos tirar as crianças cada vez mais das ruas, ocupando o tempo delas com atividades que, de fato, farão diferença em suas vidas, podendo ser as atividades da escola ou recreação que, inclusive, são muito importantes para o desenvolvimento social do indivíduo”, disse.

Em relação ao ensino-aprendizado, ele explicou que “é proporcionando o acesso à educação, fomentando a frequência das crianças nas aulas, que chegaremos a um patamar em que a educação seja motivo de comemoração e não de lamento”, finalizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: