AEB relembra tragédia no Centro de Lançamento de Alcântara, há exatos 17 anos

A Agência Espacial Brasileira (AEB) relembrou hoje, com uma mensagem, a explosão do foguete VLS-1 VO3, ocorrida no início da tarde de 22 de agosto de 2003, no Centro de Lançamento de Alcântara (CLA), hoje Centro Espacial de Alcântara (CEA).

No texto, os 21 técnicos altamente especializados mortos na tragédia são chamados de heróis sua dedicação ao projeto. Os profissionais preparavam o foguete para ser lançado ao espaço quando houve a explosão na plataforma de lançamento, matando todos. O episódio teve repercussão mundial e comprometeu sensivelmente o programa espacial brasileiro.

“No dia 22 de agosto de 2003, um acidente com o Veículo Lançador de Satélites (VLS) no Centro de Lançamento de Alcântara (CLA), no Maranhão, fez com que 21 dedicados profissionais do espaço perdessem suas vidas enquanto preparavam o veículo para lançamento.

Homenageamos, hoje, os 21 heróis responsáveis pelo desenvolvimento do VLS e que contribuíram de forma significativa para o Programa Espacial Brasileiro.

O esforço e a dedicação destes heróis são uma lembrança e um estímulo para a continuação dos trabalhos desenvolvidos na área espacial brasileira, não permitindo que o trabalho deles tenha sido em vão.”

Por Daniel Matos – O Estado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: