Prefeitura de São Luís reforça atenção aos pacientes com Covid-19 internados no Hospital da Mulher com monitoramento online

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), está fazendo o monitoramento em tempo real e de forma remota, 24 horas, do atendimento realizado pelas equipes de saúde no Hospital da Mulher, unidade que, por determinação do prefeito Edivaldo Holanda Junior, é referência da rede municipal no atendimento a pacientes com Covid-19.  Trata-se de um reforço na atenção aos pacientes que contam com um equipe preparada para garantir toda assistência necessária durante o período de internação e tratamento da doença.

 A ação é possível graças a uma ferramenta que disponibiliza para acompanhamento interno na sede da Semus, as imagens dos profissionais em atendimento na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da unidade, onde estão sendo tratados os casos mais graves. Além das imagens da UTI, a ferramenta também informa o estado de saúde dos pacientes internados no setor e no departamento clínico (onde estão os casos menos graves). São oito câmeras que mostram ainda imagens de outros setores do Hospital da Mulher, como enfermarias, recepção, almoxarifado e estacionamento.

O objetivo do suporte técnico, neste caso, é manter a atenção aos pacientes com suspeita ou diagnosticados com a Covid-19 durante 24 horas. “Desta forma, é possível acompanhar a evolução dos pacientes, quais tratamentos aplicados e quais correções a serem feitas na rotina e atendimento. É o uso inteligente da tecnologia a serviço do poder publico”, disse o secretário de Saúde de São Luís, Lula Fylho.

Em geral, o atendimento é feito a pessoas oriundas de unidades de pronto atendimento e cujas situações exigem suporte médico mais especializado. No total, 200 profissionais (sendo 130 no período da manhã e outros 100 profissionais durante a noite) estão no suporte na unidade municipal.

A unidade conta com leitos clínicos, de UTI, respiradores e outros equipamentos necessários para o acompanhamento dos pacientes com Covid-19. Todos os profissionais contam com os chamados Equipamentos de Proteção Individual (EPI) formado por luvas, óculos de proteção, aventais cirúrgicos impermeáveis, equipamentos faciais completos (formados por máscaras do tipo “face shield” e máscaras N95 ou similares), propés (protetor para os calçados), toucas e frascos de álcool em gel 70%.

A Prefeitura de São Luís também está preparando as unidades mistas como suporte de atendimento de possíveis casos. No total, 90 novos leitos nestes locais serão abertos, ampliando a capacidade da rede. O Hospital da Mulher começou a receber pacientes com suspeitas ou infectados pelo coronavírus no início deste mês. No entanto, a preparação do local para servir de suporte durante a pandemia ocorreu com dois meses de antecedência, com o cancelamento temporário de procedimentos cirúrgicos e remanejamento dos serviços para outras unidades da rede.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: