Médico formado na Bolívia é preso por exercício ilegal da profissão no hospital de Grajáu

A Polícia Civil de Barra do Corda, coordena pelo Del Regional Renilto Ferreira e equipe de capturas, prendeu no início da noite de terça-feira Keury Pereira Queiroz, 28 anos, pelos crimes de exercício ilegal da medicina e falsa identidade. A prisão ocorreu no hospital Municipal de Itaipava do Grajaú, onde Keury Pereira, que afirmou ser formado em medicina na Bolívia mas não passou pelo revalida e não possui CRM, foi flagrado atuando como médico.

Ainda segundo as investigações, Keury Pereira estaria ilegalmente tirando plantões de outros médicos devidamente contratados pelo município. Essas informações vão de encontro à diversas denúncias de que alguns médicos estariam fechando contratos com várias prefeituras do interior do Maranhão e posteriormente repassariam esses plantões por metade ou menos do valor que eles recebem da prefeitura a pessoas não médicas, a estudantes de medicina ou pessoas formadas no exterior mas que não estão habilitadas a atuar em nosso país.

Tal informação será investigada, bem como esses médicos e pessoas servidoras da área da saúde também serão ouvidas para se analisar possíveis novos crimes bem como o envolvimento de outras pessoas em fraudes na área da saúde.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: