Líderes indígenas rejeitam aliado de Flávio Dino na coordenação do DSEI/MA e pedem alguém ligado a Bolsonaro

No final de setembro, o advogado e político chapadinhense Aldy Júnior, que também é presidente do Democratas (DEM) em Chapadinha, foi nomeado para o cargo de Coordenador Distrital de Saúde Indígena, do Distrito Sanitário Especial Indígena – Maranhão (DSEI/MA), subordinado ao Ministério da Saúde. A indicação foi do deputado federal Juscelino Filho, presidente do DEM no estado.

Contudo, líderes indígenas do Maranhão têm se posicionado contra a nomeação, alegando que Aldy Júnior é aliado de Flávio Dino e o governador vem desviando recursos destinados à melhoria de vida nas aldeias para fins eleitoreiros.

Nesta terça-feira (08), caciques formaram uma comissão e entregaram um abaixo-assinado ao diretor do Departamento de Articulação Interfederativa da Secretaria-Executiva do Ministério da Saúde, Allan Garcês, solicitando a exoneração de Aldy e a nomeação de alguém de confiança do presidente Jair Bolsonaro. Na ocasião, eles levaram uma foto do advogado junto com o governador.

Em sua página no Facebook, Garcês falou da visita e deu a entender que iria intermediar um encontro dos caciques com a Secretária Especial de Saúde Indígena, Sílvia Waiãpi, em Brasília. Na manhã desta quarta-feira (09), o médico esteve com o deputado Eduardo Bolsonaro e provavelmente já adiantou o assunto para o filho do presidente.

Procurado o advogado Aldy Júnior se mostrou tranquilo e disse que os indígenas insatisfeitos com sua nomeação fazem parte de uma minoria ligada ao ex-coordenador.

Em vídeo postado no YouTube, o cacique Raimundo Guajajara, presidente do Conselho Supremo dos Caciques, dá mais detalhes sobre o caso e faz outras denúncias graves contra Flávio Dino.

 

Veja:

 

Por Chapadinha online

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: