Jefferson Portela promete revelar uma série de crimes praticados no Maranhão e diz que vem sendo acusado por um viciado em cocaína


O secretário Jefferson Portela (PCdoB), voltou a declarar em entrevista à rádio Mirante AM, que está sendo acusado por dois “mentirosos”, um deles sendo considerado como criminoso, caso de Thiago Bardal que encontra-se preso e um “viciado em cocaína”, situação do delegado Ney Anderson, e por isso em nada pode ser comparado ao ministro da Justiça, Sérgio Moro.

Jefferson Portela ainda anunciou que nos próximos dias vai “explodir” uma montanha de crimes, os quais estão sendo investigados por sua gestão à frente da Secretaria de Segurança Pública. O titular da SSP disse que vai revelar “linha por linha dos atos criminosos praticados pelos dois”.

De acordo com Jefferson Portela, o delegado Ney Anderson está afastado de suas funções, pois é usuário de drogas e está em tratamento psiquiátrico para se livrar do vício.

Já Thiago Bardal é apontado por Jefferson Portela como alguém que recebeu R$100 mil de organizações criminosas que assaltaram bancos no Maranhão.

Durante a entrevista, Jefferson Portela ainda repudiou as posturas dos deputados federais Aluísio Mendes (Podemos) e Edilázio Júnior (PSD), que estão embarcando na onda dos dois delegados.

Em entrevista à Geraldo Castro da Mirante AM, Jefferson Portela ainda revelou que o pedido de reabertura do “Caso Décio”, feito pelo ex-deputado estadual Raimundo Cutrim, foi considerado como um ato fraudulento.

Durante sua fala na rádio Mirante AM, Jefferson Portela voltou a declarar que irá responsabilizar criminalmente todos os blogueiros que estiverem repetindo as inverdades de Bardal e Ney Anderson.

Por Diego Emir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: