Governador Flávio Dino reúne equipe de Governo para tratar sobre Coronavírus

O governador Flávio Dino concluiu agora à noite (13) mais uma reunião de análise sobre a crise referente ao coronavírus. O intuito é estabelecer ações preventivas, como campanhas de sensibilização, e antever cenários para que o Maranhão lide com a situação da forma mais preparada possível.

“Ainda não temos nenhum caso confirmado e continuamos investigando todos os casos suspeitos. Na segunda-feira (16) começará a funcionar a Central de Testagem”, disse o governador.

Participaram da reunião os secretários de estado Marcelo Tavares (Casa Civil), Carlos Lula (Saúde), Diego Galdino (Governo), Rodrigo Lago (Comunicação e Articulação Política),Rafael Arrais (subsecretário de Comunicação e Articulação Política) e o presidente da EMSERH, Marcos Grande.

Em nota a Secretaria de Estado da Saúde (SES) comunica que, o Maranhão monitora dez casos suspeitos de COVID-19, sendo nove em São Luís e um caso em Imperatriz.

Na capital maranhense, os cinco novos casos suspeitos registrados, nesta sexta-feira (13), são: homem, de 31 anos, histórico de viagem para São Paulo; mulher, de 32 anos, histórico de viagem para França, Holanda e Bélgica; mulher de 64 anos, contato com suspeito de COVID-19; homem, de 34 anos, histórico de viagem para Nova Iorque. No interior do estado, o primeiro caso suspeito é de um homem, de 21 anos, com histórico de viagem para a Alemanha.

O Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (CIEVS) realiza o monitoramento dos casos. Estas pessoas foram orientadas, conforme protocolo do Plano Estadual de Contingência do Novo Coronavírus, e seguem em isolamento domiciliar por não apresentarem gravidade no quadro clínico.  O Laboratório Central de Saúde Pública do Maranhão (LACEN-MA) já encaminhou amostras coletadas dos cinco novos casos para análise do Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas, em Belém (PA), para confirmação ou descarte da suspeita.  Até o momento, não há casos confirmados do COVID-19 no Maranhão.

Transmissão Comunitária

A SES informa, ainda, que o Ministério da Saúde (MS) divulgou nesta sexta-feira (13) as informações sobre casos de transmissão comunitária nas cidades de São Paulo (capital) e do Rio de Janeiro (capital). Segundo o órgão, os casos de transmissão comunitária são aqueles quando não é possível identificar a trajetória de infecção do vírus.

PERFIL DOS CASOS SUSPEITOS
1.      Homem, de 46 anos, procedente de Milão (Itália);
2.      Mulher, de 47 anos, contato com suspeito de COVID-19;
3.      Adolescente, de 15 anos, procedente de Santa Bárbara, cidade da Califórnia (EUA);
4.      Mulher, de 63 anos, procedente de Nazaré, Fátima e Óbidos (Portugal);
5.      Criança, de 4 anos, histórico de viagem para Miami e Orlando (EUA);
6.      Homem, de 31 anos, histórico de viagem para São Paulo;
7.      Mulher, de 32 anos, histórico de viagem para França, Holanda e Bélgica;
8.      Mulher de 64 anos, contato com suspeito de COVID-19.
9.      Homem, de 34 anos, histórico de viagem para Nova Iorque
10.    Homem, de 21 anos, histórico de viagem para a Alemanha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: