Notícias

Creuzamar de Pinho é a primeira vereadora quilombola da história da Câmara de São Luís

Em sessão solene realizada na manhã desta terça-feira (6), na Câmara Municipal, a assistente social Creuzamar de Pinho (PT) tomou posse como vereadora de São Luís. Ela substitui o Coletivo Nós (PT), que tem como titular o co-vereador Jhonatan Soares (PT), que solicitou licença de até 121 dias para tratar de assuntos particulares.

Durante a cerimônia, que foi conduzida pela presidente da Casa, vereador Paulo Victor (PSDB), com a presença do vice-governador Felipe Camarão (PT), a petista entregou a documentação necessária, prestou juramento e, em seguida, assinou o termo de posse.

Creuzamar é a primeira líder quilombola a assumir uma cadeira no Legislativo ludovicense. Segunda suplente do partido nas eleições de 2020, ela vai ocupar a vaga, após a primeira suplente Cricielle Muniz – diretora geral do Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA), entregar um termo de renúncia abdicando de assumir a cadeira no parlamento.

História que se confunde

A mais nova vereadora da capital maranhense iniciou seu discurso de posse relembrando sua trajetória, destacou as lutas nos movimentos sociais e se emocionou ao lembrar da memória da mãe que partiu recentemente.

“A partir de agora, quero dizer que estaremos juntos e juntas, nestes grandes desafios ‘aquilombando’ no parlamento municipal. Gostaria de saudar o meu pai – Raimundo Nonato -, que veio de Caxias pra cá; a minha tia, que representa neste ato a minha mãe – que partiu recentemente”, declarou.

“Quero dizer que nós vamos aquilombar neste parlamento municipal. Sou assistente social por formação, mas, eu sou acima de tudo, uma menina que veio de Codó pra cá. A minha história de vida se confunde com a histórias de muitas meninas, sobretudo, as meninas negras”, completou.

O co-vereador Jhonatan Soares, do Coletivo Nós, congratulou a suplente. “Quero parabenizar a companheira vereadora Creuzamar e desejar boas-vindas! Tenho certeza que ela usará essa oportunidade para mostrar seu trabalho da melhor maneira possível, com responsabilidade e muito entusiasmo. Sei que é uma mulher que tem a luta forjada na mobilidade e da moradia popular”, felicitou o parlamentar.

Mulher honrada

Em seu pronunciamento, o vice-governador Felipe Camarão (PT) falou sobre a perspectiva de atuação política da colega de partido e garantiu que ela não foi alguém que caiu de paraquedas no Palácio Pedro Neiva de Santana.

“A companheira Creuzamar não é alguém que caiu de paraquedas na Câmara de Vereadores. É uma mulher muito honrada e não tenho dúvidas que vai exercer um brilhante e atuante mandato nesta Casa”, disse.

Posse inédita

Lembrando uma frase do líder quilombola brasileiro Zumbi dos Palmares, o vereador Paulo Victor (PSDB), que estava presidindo a solenidade, ressaltou a forte presença feminina e destacou o ineditismo da primeira quilombola a assumir um mandato na Câmara de São Luís.

“Além de ser mais uma mulher com assento nesta Casa, a vereadora Creuzamar é a primeira parlamentar quilombola da Câmara. Deus abençoe seu mandato, pois a senhora representa a resistência e a resiliência”, afirmou.

Convidados

A cerimônia também contou com a presença da secretária Lilia Raquel Souza, titular da Secretaria de Estado dos Direitos Humanos e Participação Popular (SEDIHPOP); de Francimar Melo, presidente do Partido dos Trabalhadores (PT) no Maranhão; de representantes da Federação Brasil da Esperança, formada por PT, PV e PCdoB; do ex-deputado federal Zé Carlos; da ex-vereadora Rose Sales; da ex-deputada e ex-vereadora Helena Heluy, dentre outros convidados.

Quem é ela?

Mulher negra, quilombola e integrante da Rede de Mulheres Negras do Maranhão (REMNEGRA), Creuzamar de Pinho tem uma trajetória marcada como ativista dos movimentos sociais, especialmente da luta por moradia, mulheres negras, quilombolas, de religiões de matriz africana e da luta sindical.

Ao longo da sua trajetória política e de militância, construiu e ajudou a fundar importantes espaços e organizações de movimentos sociais para a cidade de São Luís e para o Maranhão, como o Grupo de Mulheres Negras Maria Firmina dos Reis, a Cooperativa Habitacional Zumbi dos Palmares, o Centro Educacional e Profissional do Coroadinho e a União por Moradia Popular do Maranhão.

Assistente Social de formação, Creuzamar foi Secretária Adjunta de Estado de Direitos Humanos e Popular do Estado do Maranhão e já atuou como Conselheira Municipal, Estadual e Nacional dos Conselhos das Cidades; Conselheira Estadual da Mulher, dos Direitos Humanos e da Política de Igualdade Étnico-Racial do Maranhão.

Embora tenha apresentado uma candidatura individual, em 2020, ela se propõe exercer um mandato parlamentar coletivo, criando mecanismos de participação popular, como escutas e plenárias nas comunidades, para efetivação de proposições parlamentares e projetos de lei.

A nova vereadora também se coloca para pautar as principais agendas políticas dos movimentos sociais e lutar por uma cidade antirracista, antifascista, antimachista, inclusivo, participativa e socialmente justa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: