Cenas de barbárie no Centro Histórico de São Luís

O que era para ser o cartão postal mais vistoso de São Luís, tamanha a história que guarda em suas vias e casarões, está sendo transformado em arena de guerra, onde jovens, movidos por brutalidade extrema, se digladiam, como se o único motivo para estar ali fosse o confronto com rivais ou com quem quer que seja.

No último fim de semana, a barbárie tomou proporção maior por causa de duas brigas que impressionaram pelo grau de selvageria demonstrados pelos envolvidos. Na Rua da Estrela, grupos de jovens, de ambos os sexos, protagonizaram uma pancadaria generalizada, só encerrada com a intervenção da polícia. Na Avenida Magalhães de Almeida, em frente ao Largo do Carmo, outra confusão com troca de sopapos, histeria e corre-corre

Um cabo da PMMA precisou disparar tiros de advertência porque os baderneiros partiram para cima e tentaram tomar a arma dele.

Um tiro pegou no pé de Mateus que foi socorrido pela própria polícia do Reviver e ficou internado no Hospital Municipal Clementino Moura (Socorrão II). Ninguém foi preso, e não há informação sobre o que motivou a confusão.

Os três tumultos foram registrados em vídeos, feitos por meio de celulares, para deleite dos adeptos de grupos de whatsapp, que logo trataram de viralizar as imagens deprimentes. Já os cidadãos comprometidos com a revitalização ordeira do Centro Histórico lamentaram as cenas estúpidas e prejudiciais à imagem da cidade.

Quanto às pessoas presentes no espaço para apreciar a riqueza arquitetônica colonial e aproveitar os demais atrativos, estas entraram em pânico. No caso específico dos turistas, estes levarão para os seus lugares de origem a pior impressão possível do Centro Histórico da capital maranhense, apresentado mundo afora como maravilha – o que não deixa de ser verdade, apesar dos fatos negativos, como as brigas em questão. (assista o vídeo abaixo).

 

Por Daniel Matos 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: