‘Bacabal está prestes a decretar Estado do Calamidade Pública no âmbito Financeiro’, vaticina o vereador Manuel da Concórdia, presidente da câmara municipal

Assecom câmara – Somente no mês de maio o município de Bacabal teve bloqueado cerca de 5 milhões 527 mil 816 reais e 37 centavos, referente a Fundo de Participação dos Municípios (FPM), principal repasse institucional feito pelo governo federal e o único usado com liberdade para o exercício de investimentos e despesas diversas, sem a necessidade de seu usado para o fim específico. A revelação foi feita pelo presidente do poder legislativo bacabalense, vereador Manuel da Concórdia, que vaticinou, ao dar a informação, temer pela necessidade de que o município venha a declarar ‘calamidade pública no âmbito financeiro’.

A medida a qual o presidente teme que venha ser tomada pelo prefeito Edvan Brandão de Farias (PSC), o Estado de Calamidade Pública Financeira, na sua visão é uma faca de dois gumes para a administração. Se por um lado, especula Manuel da Concórdia, permitiria ao município o poder de equacionar os seus graves problemas financeiros legais; por outro impediria a administração de receber qualquer tipo de investimento ou convênio financeiro, o que seria catastrófico, frisa.

Para justificar o seu temor o vereador-presidente explicou que o município de Bacabal tem dividas legais, deixadas por sucessivas administrações que antecederam a gestão do atual prefeito, que são tecnicamente impagáveis com o montante que o município arrecada mensalmente hoje.

Essas dívidas se referem as obrigações sociais, entre as quais os repasses previdenciários e essas dívidas já ultrapassaram a casa dos 40 milhões de reais, segundo Manuel da Concórdia, que acrescenta, também, o fato de que acordos foram firmados e não cumpridos por outros gestores, o que provoca a sequência de bloqueios e retenções que pode levar o prefeito Edvan Brandão a decretar o Estado de Calamidade Pública Financeira.

Por Blog do Abel Carvalho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: