A sensatez e a coerência de César Pires

Nesta terça-feira (28), a maioria dos deputados estaduais do Maranhão deram uma prova cabal da falta de coerência que segue imperando no parlamento maranhense, ao negar um requerimento do colega César Pires (PV) de convocar o secretário de Infraestrutura do Estado, Clayton Noleto.

Pires queria que o secretário fosse ao parlamento estadual prestar esclarecimentos sobre a situação das rodovias estaduais, entre elas a MA-315, conhecida como Rota das Emoções, inaugurada em janeiro deste ano, mas que em 90 dias já estava deteriorada.

O curioso é que na semana passada, a mesma Assembleia Legislativa, aprovou a ida do superintende do DNIT no Maranhão, Gerardo Fernandes, ao parlamento para explicar as situações das estradas federais.

No entanto, nesta terça-feira, apenas três deputados votaram pela ida de Noleto a Assembleia Legislativa. Além de César Pires, autor do requerimento, votaram pela ida de Noleto ao parlamento, os deputados Adriano Sarney e Arnaldo Melo.

“A malha viária é composta de BRs e MAs e vemos que estão precárias. Quem aqui se levanta para falar do contrário de que a MA-006 não passa uma dificuldade grandiosa? Quem aqui tem condições de vir a esta tribuna e dizer que de Matões a Pirapemas, passando por Cantanhede, a estrada não está péssima? Quem aqui não tem condição de dizer que parte também da 020, recuperada depois que nós fizemos queixas e botamos vídeos que ultrapassaram 150 mil visualizações, e o Governo começou a fazer alguma coisa porque, convocar não, pedir para o superintendente do DNIT vir aqui e virar as costas como se nada estivesse acontecendo nas MAs! Somos covardes, então, nesta Casa, por não enxergar isso. Somos lenientes, somos subservientes, somos míopes, não querendo enxergar o que está acontecendo! Quem aqui se aventura a dizer que as MAs passam momentos de facilidade ou que são diferentes das BRs? São iguais!”, desabafou Pires.

 

Sem acordo – O presidente da Comissão de Obras, deputado Felipe dos Pneus, assegurou que a ideia seria chamar ambos para uma Audiência Pública e solicitou que César Pires retirasse o requerimento.

“Eu queria fazer um pedido ao deputado César Pires para ele declinar do requerimento. A nossa ideia da Comissão de Obras é convocar o órgão Federal, DNIT e a Secretaria de Infraestrutura do Estado, para uma Audiência Pública, para que ambas as partes possam explicar o trabalho que estão sendo efetuado”, afirmou.

No entanto, César Pires disse que só retirava o requerimento desde que o Líder do Governo na AL, Rafael Leitoa, assegura-se a ida de Noleto ao parlamento estadual, mas Leitoa não assegurou.

“Eu só quero dizer que não há um entendimento por parte da liderança do Governo sobre à vinda do Secretário Clayton Noleto. O nosso encaminhamento é para apreciar o requerimento e a bancada do Governo assim rejeitar o requerimento de convocação do deputado César Pires”, afirmou Leitoa.

O requerimento foi votado, amplamente rejeitado, demonstrando não só a incoerência de alguns deputados, como a falta de transparência do Governo Flávio Dino.

Por Jorge Aragão

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: